quinta-feira, 21 de junho de 2007

A lançar novamente o bote à água


É verdade.

Desapariu completamente!

FOICE. Foi-se. Foi uma que lhe deu. Escafedeu-se. Apagou-se. Erro meu.

Acontece aos melhores, o que nem de longe é o meu caso.

E acho que vai ficar assim até ter um tempinho mais fresquinho a convidar ao repouso em casa, um tempinho após umas férias, em que o corpo retemperado e a alma limpa terão coragem para recomeçar tudo de novo. Não sei quando, para quando.

E eu que até fazia periodicamente o download do blog em HTML, a pensar que se podia recuperar tudo, em caso de necessidade!

Deixo o fiel amigo por aqui, não vá aparecer novo tufão a varrer o que restou.

Andarei por aí, reconstituindo caminhos preferidos. Devagar, devagarinho, quase parado.

8 comentários:

xistosa disse...

Se foi, foice!
Sou capaz de possuir o mapa para o local, se for necessário telefono!

xistosa disse...

Foi falso alarme na postagem anterior, peço desculpa, mas tinha o portátil aberto e caiu-me do céu!

Ana-Catarina disse...

Que susto levei quando ontem não conseguia entrar aqui.
Obrigada pela resposta pelo mail.
Bem-vindo novamente!

Pitucha disse...

Bem me queria parecer que andava coisa por aqui!
Bem regressado
Beijos

VictorCarrilho disse...

... nestas coisas tem-se que trabalhar com rede porque senão pode ser a morte do artista..., e o artista já nos habituou a este espaço onde venho diariamente, já tem responsabilidades que ultrapassam a sua vontade, já tem a responsabilidade de nos ter habituado mal...!

Gi disse...

Ontem vim cá e nem conseguia entrar. Que fizeste tu? Não sabia que isto podia acontecer sequer.
Que susto amigo.

beijinhos

xistosa disse...

Esqueci-me de dizer que a (a) Blogger, guarda um "manuscrito".
Eu pedia-lhe ajuda.
Pelo preço "têm" que fazer o serviço!
Eu sou um caso peculiar da estupidez humana em matéria de blogues.
Quando fiz esta arriscada "saltadura", fiquei, exactamente com as cuecas na mão.
Abençoados "jesuítas" da (o) Blogger, recompuseram "quase" tudo.

marta disse...

Caramba!
Como é que se pode prevenir uma coisa dessas. Se me acontecesse, tenho a certeza que desestia.

Mas não o faças, está bem?

Nós esperamos.