segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Em queda.

Ontem, começou a cair uma parede de betão, de arame farpado, de metralhadoras e, essencialmente, de mentalidades, que separava, de um lado, um espaço que tinha prometido ser "o sol na terra" para quem nele vivesse, e do outro lado, o espaço que continua a prometer ser o paraíso.

Foi a 9 de Novembro de 1989.

Já lá vão 20 anos.

Continuamos, uns mais que outros, na penumbra entre o sol e o paraíso.

2 comentários:

marta disse...

Sabes? é conforme o ponto de vista.
pelas manifestações dos produtores de leite por essa Europa fora, parece que estamos todos no inferno.
Do ponto de vista português, tomara o inferno dos franceses, para não ir mais longe

beijinho

AGRIDOCE disse...

Marta,
É isso, conforme os pontos de vista, para uns mais que para outros, há quem mame mais e quem mame menos, e ainda há quem nem sequer saiba onde fica a teta. :)))
Sendo assim, o céu e o inferno, são locais europeus muito relativos.
Beijinho para ti também.