domingo, 5 de agosto de 2007

Antuérpia – Escapadinha.

Este fim de semana deu Verão, por estes lados.

Resolvi ir visitar, mais uma vez, Antuérpia.

Ia preparado para começar a usar a máquina fotográfica logo à chegada, na majestosa estação de comboios. Ia. Só que ela está cheia de “adesivos” e toda esburacada. Está em obras.

Saí e não foi preciso muito tempo para ver que a cidade está toda assim. Asfalto levantado em muitas ruas. Buracos com alicerces a nascer, certamente para dar lugar a torres quadradas de vidro, onde existiam belos, mas economicamente ultrapassados, edifícios antigos. Tapumes e desvios de trânsito por causa de obras ...

Nem parecia a mesma cidade, embora continue bem bonita.

Trouxe-vos uns olhares, como é meu hábito.




Normalmente, nessas apresentações deixo uns comentários.

A todos uma boa semana.

4 comentários:

alfacinha disse...

Caro amigo,
As obras na estação estão na sua última fase de acabamento. O tecto da cúpula recuperará o seu tecto original em cobre (que foi roubado pelos alemães durante a guerra para fazer munições)
É pena que não mencionasse o centro comercial dentre a estação, os três novos pisos onde os comboios chegam e o TGV que passa por baixo da cidade e assim Antuérpia liga com duas capitais, Paris e Amesterdão. Tudo realizado sem mover só uma pedra deste imenso edifício que tem fama com um das mais belas estações do mundo. É verdade, a expansão económica provoca algumas incomodidades, mas casas antigas que devem dar lugar a torres quadradas de vidro, não que eu saiba. Com um economia a florescer, Antuérpia efervesce da vida.
Um pormenor engraçado,talvez não saiba mas a sul de Antuérpia, a saber em Hoboken situa-se um bairro que se chama" Portugese hoek " onde na altura (século 16) viveu uma grande comunidade portuguesa de artesões e soldados portugueses do exército espanhol
Obrigado para as fotografias belas de Antuérpia.

AGRIDOCE disse...

ALFACINHA,
Não me detive em descrições da estação só porque conto(ava) acompanhá-las com fotos, num momento posterior. Assim, já ficou feito parte do meu trabalho de casa. Obrigado.
Não sabia que a cúpula original tinha servido para fazer munições (I GG ou II GG?). Informação que agradeço, tal como a da existência de um bairro formado/habitado historicamente por portugueses.
Ainda bem que as fotografias foram do agrado. Embora não tenha pretensões de fotógrafo artístico ou profissional, antes pretenda transmitir, tão-só, o melhor que sei e sou capaz dos meus olhares sobre os locais por onde passo, é sempre bom saber que alguém gostou.

Jefferson P. disse...

obrigado pelos "olhares"!

AGRIDOCE disse...

JEFFERSON P.,

Nada a agradecer. Eu é que agradeço os comentários e visitas, que me dão alento extra para continuar.
Virão mais "olhares", alguns que já cá estiveram, antes de desaparecerem, outros que serão novos, sempre que os houver.
Quando os cá deixo penso, essencialmente, em quem está mais longe e mais dificilmente cá poderá vir, embora não exclua os outros e, até, os que já conhecem esses olhares e assim os podem rever.
Até à próxima remada.