segunda-feira, 20 de agosto de 2007

VITRAIS

(Actualizado a 19-06-2009. As actualizações serão colocadas logo ao início do slideshow).

A "silly season" ainda por aqui anda, embora já se sintam os primeiros passos a começar mais um ano de rotinas.

O trânsito, hoje, já respirava o nosso ar, paradinho minutos sem fim para avançar um metro; a chuva miudinha anuncia o que aí vem; as temperaturas, já não são dos verões de outrora!

Enquanto dura a silly, deixo-vos com uma repescagem de fotos de vitrais que por aqui se podem ver. Nem todos são de igrejas. Com fotos novas também. As igrejas, por estas bandas da Europa, quase todas, têm muitos e lindos vitrais. Mas também é possível vê-los em edifícios que não estão ligados a religiões, e até mesmo em casas particulares.

Para quem anda de máquina a tiracolo, não é fácil colocar-se na melhor posição para tirar as fotos. Quase sempre impossível. As colunas e os candeeiros gigantes "facilitam a dificuldade" em conseguirmos uma posição aceitável. Os painéis gigantes, com o pouco espaço para a perspectiva completa, também.

Enfim... quem dá o que tem...


21 comentários:

ci disse...

Belos vitrais...

beijos incomuns da ci

xistosa disse...

Parece-me que já o escrevi.
Os nossos antecessores de antanho ou não tinham gosto, ou eram incultos.
Também é uma verdade que até os povos que nos antecederam, (e até nisso tivemos azar), não construíram como em Espanha e outros países, a grandiosidade que hoje se vê, daí a nossa pobreza artística.
Vitrais, gosto e muito e ainda hoje há clarabóias, na cidade do Porto, (que nada têm a ver com vitrais), que obriguei a serem reconstruídas.
Eu mesmo, num "velharias", vi um móvel, com vidros martelados em amarelo, verde, castanho claro, castanho escuro, branco de leitosos e vermelhos.(o vermelho é o mais difícil e caro de conseguir, salvo erro por ter de se extrair do tungsténio) há muitos anos e comprei-o.
É tipo mono e está num corredor, dos anexos, de acesso à lavandaria.
Só tem dentro "lixo", mas não me desfaço dele por preço nenhum.
Num país com uma grande indústria vidreira, o que fizeram aos vitrais? Terão sido exportados?
Boa pergunta, para uma resposta talvez difícil.

xistosa disse...

Os erros, meu povo e minha pova, põem-me doente, "noutros países ..., mas enfim, é pena não podermos corrigir tardiamente mas ..., mas antes de dar o OK, tivemos a faca e o queijo ...
Depois, com mais tempo, telefono para falar de "Dembos, A Floresta do Medo"
Cumprimentos

HMB disse...

Os vitrais são bonitissimos.
Ainda hà quem faça vitrais em França, e mesmo pessoas particulares como simples laser. So talvez não possam ser tão altos, porque para isso é mesmo preciso ser um artista.
Os vidros de diferentes cores são juntos com chumbo.
Alguns vitrais não são verdadeiramente vitrais, porque não são assim feitos. Hà vezes que é so um vidro pintado.
Alem disto os vitrais so podem mesmo ser apreciados no contexto deles, porque produzem jogos de luzes dentro dos lugares onde eles estão montados.
Portugal ainda pode vir a ter vitrais assim, porque ainde se constroem muitos edificios suficientementes grandes para acolher vitrais deste tamanho, como por exemplos estadios, igreijas, bibliotecas, salas de espetaculos... Soo basta que um arquitecto "lance" a mode e que a emprensa fala do valor da obra para que cada freguesia em Portugal queira seu vitral. Talvez quando houver petroleo em Portugal!
HMB

jefferson p. disse...

são lindos mesmo..

o sofrimento vale a pena. :p

AGRIDOCE disse...

CI,

Fico feliz por gostares.

Um beijo muito incomum, outro muito comum.

AGRIDOCE disse...

XISTOSA,
É pena o sol brilhar tão pouco tempo por aqui. Não sendo possível repetir o panorama que se tem ao vivo através de fotos, sempre ajudava. E pena é, também, que muitos dos vitrais em casas particulares não possam ser fotografados ... a não ser da rua, o que não dá grande resultado.
Li, ou ouvi algures (eu de vitrais só percebo que gosto de os ver), que o vermelho é, de facto, a cor mais difícil de fazer e a mais cara, por a cor ser dada pelo ouro que se adiciona ao vidro em fusão. Dizes tungsténio, também pode ser. Isso não é o mais importante.
Importante é a imponência de muitas construções que aqui se vêem, e não me refiro, ou refiro só, ao tamanho, mas à riqueza artística que lá está dentro, mesmo para quem não vai lá vê-la por seguidismo religioso: vitrais, talha, telas magníficas, arquitectura.
Ainda existem mestres no vitral (uma pesquisa na net, disso-mo), em Portugal. Tal como o Brasil. Por cá, não é difícil comprar, por encomenda, vitrais. Haja euros.
Abraço

AGRIDOCE disse...

HMB,

Pois, falhou no meu comentário anterior dizer que França também é um país de continuidade do vitral.

O vitral, para além do método clássico (pedaços de vidro unidos por uma tira de chumbo/estanho), também é apresentado como pintura sobre vidro transparente, o falso vitral, ou com produtos substitutos do vidro, normalmente, inquebráveis.

Deixo-te estes links, se quiseres ler e ver mais um bocado sobre isto:

http://www.bianavitrais.com.br/historia.htm

http://www.revista-temas.com/contacto/NewFiles/Contacto6.html

http://www.vadodocachimbo.com.br/index.htm

Abraço

AGRIDOCE disse...

JEFFERSON P.,

São. São mesmo lindos.

E se vistos através do Flickr, onde tenho alojadas as fotos em tamanho original, tamanho maior (é só clicar no link que está no post), podem apreciar-se melhor.

AGRIDOCE disse...

A tod@s,

Enquanto dura a "slilly", isto é, até princípios de Setembro, vou andar um pouco arredado da net.

Não totalmente, mas bastante.

Vou preparando-me para algumas "crónicas de escárnio e bem-dizer" (eu nunca digo mal, seja do que e de quem for:)) ).

Voltarei, tão certo como o inverno em princípios de outono, neste canto da Europa.

Até lá, fiquem bem.

xistosa disse...

A química nunca foi o meu forte, foi mesmo à martelada ...

Mas ouro ou tungsténio, fica a arte.
Por coincidência coincidente, no JN, vi, na Casa do Douro, numa notícia sobre algo do VINHO do PORTO, uma foto com um vitral.
Talvez não sejam tão raros assim.

xistosa disse...

Como não sou corrosivo, ácido, intrometediço e portanto, sendo uma pessoa introsca, vou escrever uma coisa que normalmente faço noutras "montras".
Por lei é obrigatório afixar os preços ...
Também devia se-lo para as fotos, serem etiquetadas com o código postal.

Não é uma crítica, mas encontram-se milhares e milhares de belíssimas fotos, que certamente todos gostariam de saber onde situá-las, mas ...

Digo isto, eu que não sei colocar fotos, procedo como normalmente o crítico, que só critica aquilo que não sabe ou não pode fazer, mas eu sou português ...

nuno disse...

Só espero que não lhes atirem pedras ...

Ou energúmenos só os há por cá ?

Não me canso de ver os "vidrinhos", por isso é que voltei.

xistosa disse...

Este "nuno", não tem blog nenhum.
É o genro da "xistosa" e contratei-o para uma despiolhagem no portátil.
Não sei como saiu em todas as postagens de todos os blogues que visitei, "nuno".

As máquinas têm os seus dias ... e os grandes operadores de sistemas, também.
Cumprimentos.

AGRIDOCE disse...

XISTOSA,
As fotos têm CP.
Basta fazeres duplo click sobre as mesmas, quando do slide show, ou ires pelo link "foto a foto".
Três fotos não o têm, porque não me lembrava do nome da Igreja. Mas, a seu tempo, lá estará.
Abraço

xistosa disse...

Como a vida é bela!

Tenho que voltar à escola.
No "meu tempo", afinal, não aprendi tudo!

A minha pseudóptica, colocou em descrença o profissionalismo do "Agridoce".
As minhas desculpas, mas para ser sincero, só hoje, sinceramente é que vi tudo como devia.
Este blog está muito pedregoso e escorregadio e mesmo com canadianas, já me custa caminhar ...
Um abração!

xistosa disse...

Hoje tive de percorrer e correr o caminho dos campeões ...
Foi uma benesse "divino" , o apagão de outrora.
Sim, "divino", pois divina, salvo erro é uma locução, que significa sem dinheiro, a zero. Aqui está o esplendor do feminino ... gastam tudo e não deixam nada !!!
(as mulheres que me perdoem e as senhoras também. Incluo as donzelas, mas o bicho homem é mesmo assim, há palavras que só se utilizam no masculino. DUVIDAM??

Pitucha disse...

Que ideia gira.
Beijos

AGRIDOCE disse...

Gostaste Pitucha?
Ainda bem.
Acontece que me deixa a página muito pesada. Vou ter que meter mão de obra este fim de semana, a ver se re-arranjo isto.
Bjs

maria faia disse...

E agora, vem de vez, ou ainda se vai fazer "caro" durante mais um tempo?

Já o visito há muito, mas só agora tenho blogue.

AGRIDOCE disse...

Olá Maria Faia, bem vinda ao mundo blogático, Faia Maria :)

Ainda estou a chegar, quero dizer, a poisar as solas. Tomando balanço.

Estou a dar voltas aos blogs amigos e a actualizar-me, no pouco tempo que me vai sobrando. Daí, concordar que o tempo está mesmo caro :))

Obrigado pela visita e pela preferência, que me satisfaz, já que se alguém me visita com assiduidade tem que significar que gosta do que apresento.

Até à próxima visita que, espero, já possa ser em novo post.