domingo, 16 de setembro de 2007

Mania da importância!


Hoje, arranjei paciência e teimosia e decidi demonstrar ao “papelito”, aquele que de há uns tempos se andava a esconder de mim, que o iria encontrar, custasse o que custasse.

E custou!

E como ainda está a custar!

De vez em quando, lembrava-me que o tinha por aqui, que precisava de o ler, e lá lhe dava uns minutos e leituras a outros papéis, em diagonal, que me apareciam no caminho, postos por ele, só para me confundir na procura.

Não! Hoje ele vai ficar a saber que não é assim tão importante e esperto como isso, pensei. E se bem o pensei… mais depressa passei ao ataque.

Estratégia montada, iniciei a guerra.

Horas depois, muitas horas, horas demais para a importância a que o papelito se arrogava, encontrei-me com cinco sacos de plástico cheios de revistas e envelopes e originais e cópias e fotocópias e impressões da net, que ao seu tempo teriam super-importância, depois de terem sido o melhor rasgados em bocadinhos que foi possível fazê-los, por vingança e raiva por o papelito continuar a brincar às escondidas comigo, e depositei-os no local que esperava por eles há muito: o contentor do lixo.

Tomem lá para aprender!

Sempre que acabava de ler em diagonal uma revista, um papel daqueles prestes a ir para o plástico em bocadinhos, perguntava-me porque foi que ele se tinha sentido tão importante para estar a ocupar o espaço que me falta neste pequeno apartamento, alguns há mais de três anos!

Depois de chegado da última leva de papelada ao contentor, olhei para uma das pastas e… dei, com quanta força tenho, com a palma da mão na testa e com esta na parede, muitas vezes, até doer tanto que tive que parar, não tivesse que ir parar ao hospital por causa de um papelito sem importância nenhuma.

Finalmente sabia o que tinha feito ao papelito.

E disse para com os meus botões, dentro de pouco tempo lá vais andar também à procura de umas papeladas, que se tornarão importantes, mas que foram parar ao mesmo sítio para onde levaste o papelito importante, num dia como este, algures na última limpeza e rasgadela de papelada: no lixo, quiçá já multi-reciclado.

É a vida!

9 comentários:

Gi disse...

E que tinha de tão importante o papelito pode-se saber? Está aqui uma pessoa a sofrer para ver se encontras o papel ou não e depois fica sem saber o conteúdo do mesmo? Não pode ... não está certo :)


Beijinhos e boa semana :)

Marx disse...

Conheço bem esse artista. O «Papelito».

xistosa disse...

Nunca me arrependo.
Foi-se ... boa noite que se faz tarde!
A vida é de pequenos presentes e grandes futuros.
O passado é isso mesmo ...
Um montão de velharias, quiçá perniciosas.
O "papelito" teve o destino que lhe estava reservado, foi-se ...
Venha o hoje ... e depois o amanhã ...
Não podemos parar para pensar. A vida é um vórtice, mas domável por nós!
Cumprimentos

Pitucha disse...

Sem dúvida, é a vida!
Beijos

jefferson p. disse...

[.. este papelito está com cara de número de telefone de algu´m muiiito especial, rs]

AGRIDOCE disse...

Gi, Marx, Xistosa, Pitucha e Jefferson p.,

Obrigado pelos vossos comentários.

Nem interessa assim tanto o conteúdo do papelito, não é?
É mais a situação que, quase adivinho, se passa com todos. Guarda-se para depois deitar fora. E guardou-se por isto ou por aquilo.
Tenho andado bastante ocupado, pelo que o próximo post vai demorar q.b.

CresceNet disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
AGRIDOCE disse...

"CresceNet disse...
Oi, achei seu blog pelo google está bem interessante gostei desse post. Gostaria de falar sobre o Crescenet. O Crescenet é um provedor de internet discada que remunera seus usuários pelo tempo conectado. Exatamente isso que você leu, estão pagando para você conectar. O provedor paga 20 centavos por hora de conexão discada com ligação local para mais de 2100 cidades do Brasil. O CresceNet tem um acelerador de conexão, que deixa sua conexão até 10 vezes mais rápida. Quem utiliza banda larga pode lucrar também, basta se cadastrar no CresceNet e quando for dormir conectar por discada, é possível pagar a ADSL só com o dinheiro da discada. Nos horários de minuto único o gasto com telefone é mínimo e a remuneração do CresceNet generosa. Se você quiser linkar o Crescenet (www.provedorcrescenet.com) no seu blog eu ficaria agradecido, até mais e sucesso. (If he will be possible add the CresceNet(www.provedorcrescenet.com) in your blogroll I thankful, bye friend).

Sexta-feira, Setembro 21, 2007 1:13:00 AM"

(Esta é uma cópia do "comentário" deixado por esta visita. O original foi apagado por conter links activos. Não gosto! Não gosto mesmo que me façam isso!)

AGRIDOCE disse...

CresceNet
Oi, gostei muito da atenção que vocês prestaram ao meu blogue e, em especial, a este post que vos fez gostar tanto dele.
Voltem sempre, mas sem deixar links activos, OK?
Se quiserem, deixem o caminho para quem e se quiser lá ir ter ao vosso site, fazendo um copy past do mesmo.
Até uma próxima visita.