domingo, 21 de setembro de 2008

É tempo de reiniciar!

"Aurora marciana" - - - - - - - - - - - -
Acrílico sobre tela, 30 x 24 - - - - - - - - - - -
Agá-Éfe-Cê - - - - - - - -- - - - -
Temos a Primavera, temos o Verão e temos os dias meios ensolarados, com o ar do Norte a invadir as nossas almas, logo hoje que é "dia verde europeu", o dia em que a hipocrisia dos automobilistas que poluem as estradas do dia a dia se resolvem a dar um ar de ciclistas... e a chuva virá para retirar-nos dos espaços abertos.

E temos uma "montanha de visitas" a cansarem-se de ver Hasselt a correr sempre em primeira aparição.

É tempo de regressar ao interior e recomeçar a ocupar os fins de semana com o que as teclas nos permitirem.

É tempo de reiniciar, sem pressas nem pressões.

8 comentários:

Anónimo disse...

É mais: tivémos a Primavera, tivémos o Verão e agora vem aí o Outono!
O Outono que vem cheio de melancólia, com os seus dias cinzentos e chuvosos que nos deixa tanta saudade do verão que ficou para trás.
Ainda bem que vens com força de nos fazer companhia nesta estação cinzenta e que com ela a Primavera chegue muito mais rapidamente.
Bom regresso
FA

Anónimo disse...

As estaçoes do ano existem todas para nos lembrar que a vida é um ciculo que começa na primavera e acaba no inverno.
Que a morte é o sinal que avisa que depois a vida vai voltar.
Tambem é o esquema de cada dia.
Os nossos pensamentos tambem obedecem ao mesmo ritmo. De verao tenho saudades da chuva do autono: daquela chuva refrescante que regua os meus pensamentos que depois vou lembrar na hora da sede.
HMB

xistosa - (josé torres) disse...

Um post por mês, até nos esquecemos de passar por aqui.

Vamos dar trabalho a esse teclado que suponho estar cheio de caruncho.

Ainda ontem à noite escrevi sobre as estações.
Nós somos ricos. Temos 4 estações.
Mas os brasileiros queixavam-se que estava frio e que ia começar o Verão.
Não sei ao que chamam frio, mas não deve ser a mesma sensação térmica europeia.
Um abraço e que o computador não seja tão "malandro"

claras manhãs disse...

Finalmente voltaste!

beijinho

AGRIDOCE disse...

Olá FA,
Eu não disse que venho com força :)) mas, de facto, a melancolia do Outono (tem paisagens muito lindas e alguns dias muito agradáveis) deixa-nos mais espaço à recolha entre 4 paredes. Mas prometo dar-me toda a força possível. Melhor, ir dando.

AGRIDOCE disse...

HMB,
Andas mais fugido deste teu canto, do que eu :))))
Foi bom ver-te por cá. É sempre vou saber que continuas a fazer umas visitas.
Pois é, temos ritmos marcados desde que nascemos. E nascemos muitas vezes: para isto, para aquilo, ...
Vai aparecendo.
Abraço.

AGRIDOCE disse...

XISTOSA,
Vou dar. Aliás, já estou :).
Nós temos o ditado que cada um tem o frio à medida do que veste. Para eles, brasileiros, é à medida do calor do Verão que têm.
A primeira vez que por lá estive, havia uma guia turística (não desfazendo, "um traço" de mulher, que ainda agora se "arretém" nas minhas "arretinas"), que não ia à água porque estava frio, enquanto a "tugada" não queria era sair do mar.
Prometo ter um teclado menos malandro. Um pouco só. Quero dizer: só um pouco malandro.
Inté.

AGRIDOCE disse...

CLARAS MANHÃS,
Pois é, por cá ando novamente.
Nada como umas férias, para nos dar a saudade deste vício.
Mas esta "sociedade blogática" anda meio esquisita: ele é ausências em catadupa, ele é fecho de portas à ralé, só permitindo entradas aos VIP, ele é o puro desaparecimento de outros tantos. Deve andar por aqui uma bactéria roedora. Só pode ser.
Agora ke andas por cá, não desapareças e aparece. "Capiché? ;)"