terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Pouca-terra … , pouca-terra .. , pouca-terra …

Avisto, até ao infinito que me fixa do horizonte, o brilho dos trilhos calcorreados há muito por esta máquina que de novo se prepara para os pisar.

Já ouço os viajantes a protestarem o tanto tempo que aguardaram na paragem, ou do tempo que perderam a vir até à estação, sem encontrar o comboio pronto para o arranque.

Foi tudo uma questão de dar tempo para carregar as baterias para esta longa viagem até ao fim do ano de 2008.

A caldeira foi atestada com líquidos diversos - da água ao champanhe - e já começo a deitar a lenha e o carvão na fornalha e a acendê-lo.

Dentro em pouco, poderão ver sair o primeiro fumo deste ano.

O maquinista está cheio de boas intenções. Veremos o que elas vão dar.

Promete deixar umas palavras, se não todos os dias, pelo menos com alguma assiduidade semanal.

Aí vai a primeira apitadela e o chiar do arranque.

Até já.

11 comentários:

xistosa disse...

Se as velhas andadeiras voltassem/
e se os fumos nos incomodassem/
talvez fosse o sinal que faltasse/
para que as nossas memórias voltassem!/

(os espanhóis querem explorar estes comboios, como TÃO BEM, não também, fazem em milhentos locais, até nas ilhas).
Nós, desbaratamos o que herdámos!
É que não temos que construir nada !!!!

Um bom ano e que quem meter a mão na argola, seja punido!

marta disse...

Olá meu querido

bem-vindo ao teu blog!

Fico contente com as boas intenções

mas olha que o inferno está cheio delas,

mas se lá estiveres, não me importo de também por lá ficar.

Ana-Catarina disse...

Agridoce,

Tinha a certeza que ia encontrar uma novidade aqui, uma vez que regressaste com tanto fôlego, pelo menos nos posts seguidinhos que me deixaste, e que, como sempre, ADOREI!

É bom sentir a tua presença...é mesmo muito bom!

Vê se não nos abandonas (pelo menos não por tanto tempo).

Jinhos!

Aninhas disse...

O que tu queres sei eu...

Vê lá se por acaso não apanhas um valente pontapé no "dérriere" à pála dos votos de bom 2009!

Tens noção...mas tu tens noção de que isso implica mais um relatório??!?

Grunf!

:-)
bjs

Aninhas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
alfacinha disse...

Que o seu comboiozinho faça umas viagens boas no ano 2008 e a cada paragem, as viajantes impacientes a espera nos cais podem desfrutar das suas carruagens cheias de palavras ricas. A primeira apitadela do seu comboiozinho impressionou me e indica a direcção das jornadas que você nos levará, a saber histórias divertidas e cativantes.
saudação de Antuérpia .Alfacinha

AGRIDOCE disse...

XISTOSA,

Esta bela máquina foi, simplesmente, a primeira máquina do CFB - Caminho de Ferro de Benguela, aquela via férrea que atravessou a costa angolana, do litoral, com partida da cidade do Lobito, onde havia um dos portos de mar mais importantes da África de então, à fronteira da actual Zâmbia, onde ia descarregar mercadorias diversas e carregar, essencialmente, minério.

Por lá ficou, e muito bem.
É parte da história daquele país.

Esperemos que ainda venham a rolar sobre todos aqueles milhares de quilómetros muitas e modernas máquinas, que façam renascer a vida do porto e permitam que se volte a apreciar toda a paisagem natural que a linha cruzava.

Fiz essa viagem, algumas vezes. Guardo-as bem vivas na minha memória. Como gostaria de a repetir.

Por cá - por aí - ainda existe uma linha, penso, que utiliza máquinas da mesma tecnologia (vapor), embora mais moderna que esta da foto. Explorada para fins turísticos (?!)

Até à próxima viagem.

AGRIDOCE disse...

MARTA,

Obrigado por esse "piropo" infernal :)

Vai voltando, que eu vou tentar cumprir as promessas.

Beijinhos

AGRIDOCE disse...

ANA-CATARINA,

Vou-me esforçar, podes crer. E com um comentário desses... vou ter força para voltar muitas vezes.

Mas olha que também tens de me acompanhar com o teu cantinho.

Beijinhos

AGRIDOCE disse...

ANINHAS,

Pois é, tens razão. Enganei-me no ano. Devia ter escrito 2010, não é? ;)

Dois relatórios.

É garantia que não vais deitar as estatísticas do emprego abaixo.

Volta sempre, volta mais vezes, aqui e ao teu blog.

Toma lá uma beijoka, a ver se gazetas menos.

AGRIDOCE disse...

ALFACINHA,

Que bom voltar a vê-lo e lê-lo por este seu cantinho.

Espero que não haja falta de carvão e água, este ano, para que o maquinista não arranje desculpas para ficar a dormitar.

Agradeço as suas palavras.

Cumprimentos.